Amancio Cueto Jr.

Amancio

Estante de CDs
Orgulho do dono

Amancio é engenheiro elétrico e tem uma empresa que desenvolve e comercializa um software de gestão de projetos e serviços. Porém todo dinheiro que ele ganha lá, ele gasta aqui com música, seja com partituras, CDs, concertos, instrumentos ou mais conhecimento.

Músico amador por paixão, Amancio é formado em violão clássico e harmonia, cursou várias disciplinas nas Oficinas de Música de Curitiba (incluindo uma de regência que ele jamais esquecerá) e volta e meia se diverte com amigos tocando num violoncelo do luthier Leandro Mombach, exibindo habilidades obtidas em 9 anos de estudo com Maria Alice Brandão. Entretanto ele mesmo confessa: seu passatempo preferido é mesmo analisar as partituras de sua estante, que já conta com exemplares preciosos da 10ª Sinfonia de Mahler, Paixão segundo São Mateus de Bach e até da Sinfonia do Berio, entre outros. Tem orgulho de sua coleção de CDs escolhidos a dedo, porém sempre diz que “mais importante do que a quantidade de CDs na estante, é a quantidade de músicas que você tem guardada na cabeça”, objetivo que ele persegue diariamente desde sua infância.

>> Ler os posts de Amancio Cueto Jr.

Bruno Gripp

Seu piano.

Bruno é estudante de doutorado na Universidade de São Paulo, especializado em línguas clássicas. Mas, além de língua e literatura antiga, a música é uma paixão importante em sua vida. Coleciona CDs há mais de 10 anos e é um leitor ávido de literatura musical, especialmente de teoria e análise musical, biografismos e coisas do tipo não lhe interessam muito. Nutre especial interesse por aspectos científicos e formais da música, além de o costume filológico volta e meia aparecer em buscas por origens e gêneros.

Apesar de gostar de música há tanto tempo, só há 4 anos dedicou-se ao estudo de piano, vai ser sempre um amador no instrumento e se orgulha de pertencer a esse gênero de amante de música que foi se tornando cada vez mais raro.

Bruno nutre especial paixão pela música de Mozart e Haydn, e recentemente vem desenvolvendo uma grande admiração pela obra de Olivier Messiaen. Embora não seja alheio aos charmes de quase nenhum compositor, são esses três compositores, mais Janacek, Byrd, Bach, Mendelssohn e Scarlatti que ocupam a maior parte de seu tempo musical disponível.

>> Ler os posts de Bruno Gripp

Fernando Randau

Educação Sentimental

Fernando Randau é pernambucano radicado no Rio, onde faz doutorado em ciência política. Escuta música desde a adolescência graças a uma vitrola antiga com alguns discos de sua mãe – o mais querido era um com noturnos de Chopin por Rubinstein. Admira inúmeros compositores que vão de Monteverdi a Martinu, de modo que seu gosto não parece ter qualquer critério, o que possivelmente é verdade. Ademais, já tentou tocar violino por três anos durante a adolescência, mas não tinha talento algum – o professor não usou essas palavras, mas ele percebeu.

>> Ler os posts de Fernando Randau

.

.

Frederico Toscano

Frederico é servidor público federal. Pós-graduado em Administração pela UFPE, ocupa a maior parte do seu tempo livre com a música clássica desde os nove anos de idade. Iniciou os estudos de teoria musical e violino bem mais tarde, mas foram interrompidos por incompatibilidade de horário com trabalho e universidade. Mesmo assim, sempre se dedicou à literatura relacionada à música. Já perdeu a conta do número de itens de sua coleção e ainda continua descobrindo novos horizontes. O centro do seu mundo musical é Wolfgang Amadeus Mozart – mas tem antiga admiração também por Vivaldi, Bach, Händel, Haydn, Beethoven, Rossini, Donizetti, Bellini e Verdi. De forma mais compassada, Frederico visita outros mestres que têm lhe apresentado incontáveis tesouros e confirmado que a música é, definitivamente, uma fonte inesgotável de revelações e prazeres marcantes.

>> Ler os posts de Frederico Toscano

Leonardo Teixeira de Oliveira

Leonardo é estudante de mestrado de Letras Clássicas na Universidade de São Paulo. Participou de uma tradução do tratado “Elementos Harmônicos” de Aristóxeno de Tarento e tem Xenakis no seu MP3 Player, o que dá uma ideia de ecletismo muito abrangente – no entanto, por falar muito do velho e conhecido Beethoven, se vê sendo chamado é de “Beethoven geek” mesmo.

Sua ocarina peruana de oito buraquinhos

Na prática, estudou uns quatro anos descontínuos de piano clássico dos 14 aos 18 anos e levava uma gaitinha de boca pra escola pra divertir a moçada, mas sua especialidade e sua paixão mesmo é a ocarina peruana de oito buraquinhos. Nela, é aclamado por interpretar o Concerto para Trompa No. 3 em Mi bemol maior K. 447 de Mozart e improvisações sobre melodias pedidas pelos amigos. Também dizem que é um mal fadado especialista e colecionador de MIDIs, o que é mentira pois todos sabem que o maior especialista em MIDIs do Brasil é o Amancio.

>> Ler os posts de Leonardo Teixeira de Oliveira

37 Respostas

  1. Amauri Caetano Campos
    |

    Já comentei certa vez e volto a repetir: PARABÉNS! Esse blog é inacreditavelmente sensacional. Que trabalho vocês fazem!
    São sites desse tipo que enriquecem a nossa internet. Eu vivo mostrando o blog para todo mundo e espero, e torço muito, que você jamais desistam de postar aqui.
    Engraçado como faltam palavras para exaltar algo que a gente gosta muito, e todos os elogios feitos parecem superlativos desnecessários, mas saibam que foram verdadeiros.
    De seu fã de sempre, Amauri.

  2. Elimar Teodoro da Cunha
    |

    BRAVO!!!

  3. Tupinambá
    |

    Eu conheci o blog há pouco tempo e acho que cada post é um deleite. Digo o mesmo que o Amauri disse ali em cima: continuem com esse trabalho sensacional!

  4. Joaquim
    |

    Cabras, que blog, hein? Clap, clap, clap!
    É triste notar que boa parte dos blogs brasileiros dedicados à música de concerto não apresentam a profundidade deste Euterpe. Tem-se muita música à disposição, é verdade, mas, cá entre nós, é cada comentário pífio e despropositado…
    Vida longa, pois, ao Euterpe. Virei fã!

  5. Claudio Sehnem
    |

    da-lhe amancio… pois é… esse blog é mesmo muito bom… inté…

  6. Vinicius Angelo da Silva
    |

    Caramba! Só tá faltando um músico profissional nessa equipe!

  7. Leonardo T. Oliveira
    |

    Tem o Amancio, que é músico formado.

  8. Ailton Lessa
    |

    Gostei da crítica pouco amadora, sou músico licenciando(UFPE) e realmente estou satisfeito com o vosso trabalho.

  9. Gleydson Nepomuceno
    |

    Nem sei como vim parar aqui… Ah, lembrei! Tava fazendo uma pesquisa no São Google sobre a Eroica de Beethoven e fui direcionado para cá por um link que nem dei muita bola, mas cliquei.
    Caramba! Nunca imaginei que tivéssemos aqui no Brasil um blog de música clássica de tão boa qualidade. Pena não ter conhecido vocês antes. Com toda certeza teria me ajudado muito na elaboração da minha monografia de graduação em Filosofia que será defendida dia 02.05.2011. Tentei abordar a Terceira de Beethoven como manifestação de uma justificação da vida propugnada por Nietzsche n’O Nascimento da Tragédia. Tive grande dificuldade de achar material de pesquisa de qualidade, mas lendo aqui sobre Popper e música tive mais certeza de que estou no caminho certo, posto que pretendo levar minha linha de pesquisa para o Mestrado.
    Vou recomendar o blog a todos os melômanos que conheço e pretendo visitar com frequência demasiada.
    Parabéns a todos vocês e continuem: o nível tá altíssimo! Excelente mesmo.

  10. Rosangela
    |

    Muito bom o blog.
    Parabéns!

  11. Calleres
    |

    Senhores,

    Vejo aqui para prestigiá-los!

    Um grande abraço,
    Calleres

  12. Caio V. C. Lopes
    |

    Parabéns a todos pela iniciativa do Blog, também lamento não ter conhecido antes.

    O mundo voltará os olhos para essa reconstrução da décima de Mahler pelo Amâncio. Aguardo ansiosamente esse momento histórico.

  13. clesia
    |

    Nâo vou comentar os textos, apenas parabenizá-los pelo bom trabalho de vcs e sugerir que vcs façam análises de obras de Chopin, pois são maravilhosas. Obrigada.

  14. Rafael
    |

    Parabéns pelo blog de vocês! É realmente excelente, os posts são todos de muita qualidade, vocês falam com propriedade e domínio do assunto, sem deixar de se preocupar em manter uma linguagem acessível e didática.

    Sou licenciando em Música (UnB), também estudo composição na universidade e piano num conservatório, e toco violão e guitarra. Achei aqui muitos dos materiais que procurava e direcionamentos em alguns assuntos, que confesso que estava meio sem saber onde procurar (como filosofia da música e estética).

    Mais uma vez, parabéns e obrigado pelo blog! :)

  15. Ilton - eterno sinfonia alpina!
    |

    Miragem!! Figuras célebres do saudoso e badalado Allegro, de volta em dose quíntupla?
    um clube seleto! quando haverá concurso para entrar nele? lastimo contudo, mas esqueci o pouco que sabia de história da música, mal sei o que é midi, e só brinco com inglês, rss. To bem na platéia, rss. Enquanto o quinteto trabalha, eu me divirto no site! abraços a todos!

    sinfoniaalpina, o retorno, agora dotô, enfim!!rsss

  16. rodrigo figueiredo
    |

    que beleza de apresentação dos autores! muito, muito legal!

    já vinha lendo os posts no meu reader mas só agora invoquei que precisava saber quem escrevia…e me deparo com o blog em estado puro. acho que vou aproveitar mais toda esta ambientação, esta barra de busca, a nuvem de tags….hhuhummm me aguardem numa “daquela” surfada inspirada qquer dia desses ;-)

    mas é verdade, tenho de confessar: a temática, a pluralidade na autoria dos textos, a forma da escrita, o propósito de um trabalho crítico-analítico como esse na internet…todos estes são elementos de um blog dos sonhos.

    parabéns!

  17. Antonio
    |

    Finalmente o allegro renasceu de forma grandiosa e eloquente. Acabei de encontrar. Aleluia!

  18. […] uma tradução minha publicada pela É Realizações. E esse foi um trabalho que dividi com o Bruno Gripp, que traduziu um capítulo do livro que era só sobre […]

  19. Rômulo Macêdo
    |

    Sou leitor recente do blog, admirador tímido e absolutamente irresponsável da música (que eu não chamo nem de clássica e tampouco erudita para não ofender nenhum acadêmico). Não sei exatamente dos limites do público que os senhores pretendem atingir mas, considerando algumas coisas que já li nesse espaço, acredito que não se importem com uma diversificação de público. Portanto, saudações do Norte!

    Aproveito para pedir que escrevam algo sobre as iniciativas vindas da região amazônia no que diz respeito a formação de público, vez que aqui temos os festivais de ópera realizados nos Teatros Amazonas (Manaus) e da Paz (em Belém, onde moro), além de inúmeros outros eventos realizados ao longo do ano, como, no caso de Belém, de apresentações regulares da OSTP (atualmente com o Ciclo Beethoven e apresentações de câmara no Museu de Arte Sacra) e com eventos realizadas pelo Conservatório Carlos Gomes).

  20. Stephane
    |

    Que blog curioso o de vocês, interessante.
    Ganharam uma leitora, do grupo do Amancio, engenheira e admiradora de música clássica também.

    Abraços

  21. André Fadel
    |

    Excelente site… dá para matar a saudade do Allegro…

    Abs

  22. Nívea Litig
    |

    Tenho apenas 17 anos, mas há um potencial incrível aqui que nunca havia visto em nenhum outro site, além de poder confiar no que me ensinam. Pouco dá pra acreditar em outras sites sobre música clássica, uma de minhas paixões, e não tenho palavras para expressar o qual belo e maravilhoso é ter alguém pra me guiar nesse caminho. Sensacional, divino, obrigada por terem esse site.
    De todo coração, da jovem fã,
    Nívea.

  23. claudia mara delfino
    |

    A arte seja ela qual for, retratada em tela, partituras ou esculpida, é, e sempre será,a expressão maior da alma humana.Estou encantada pelo site, parabens ao seus idealizadores.Sou sulista, rio grande do sul, mas isso não me impede de apreciar este belo incentivo a arte.Um grande abraços a todos, Claudia Delfino.

  24. Paulo José da Costa
    |

    Fico feliz em encontrar aqui velhos amigos do tempo do Allegro, inteligentes, conhecedores, discretos, educados, generosos, verdadeiros cavaleiros a serviço de Euterpe, escolhidos a dedo. Às vezes somos levados a crer que o mundo da música é composto apenas por egocêntricos boquirrotos, ciumentos e agressivos seres, que usam o conhecimento acumulado para pretensamente alçarem-se acima dos outros, guardando para si descobertas e experiências. Este sítio vem provar que isso não é verdade. Aqui Estou divulgando aos quatro ventos. Um abração e não esmoreçam jamais.

  25. Juliana
    |

    Ai, vocês são tão legais !
    Muito legal a atitude do blog, parabéns a todos !!

  26. Mário Lucas
    |

    Ótima iniciativa, muito bom rever aqui companheiros do finado Allegro, mas principalmente, em ver um blog tão empolgante como esse.

  27. Maria Alice
    |

    Curto muito este blog principalmente os comentarios do Fernando Randau.

  28. Marie Simone Sandy
    |

    Encontrei o meu lugar! Ao mesmo tempo estou perdida! Parada obrigatória e diária, mais uma hora de sono, no mínimo para ler tudo e depois passara a companhar. Parabéns. Sou uma apaixonada desde criança, porque estudei piano durante anos e anos da vida. E depois cantei por mais outros 12 anos em um coral.
    Eu tenho uma página somente sobre música clássica no Facebook, serão bem vindos.
    http://www.facebook.com/musicaclassicaelementovital
    Obrigada pelo Blog ;)

  29. fabiano zanin
    |

    Oi Amâncio, talvez vc não lembre de mim, fizemos o Conservatório juntos.
    Parabéns pelo blog, eu o uso direto em minhas aulas, principalmente de História da Música.
    Grande abraço.
    Fabiano.

  30. Amancio Cueto Jr.
    |

    Ô Fabiano! Que bom te ler por aqui! Claro que eu lembro de vc, do nosso grupo de violões do prof. Admar Garcia. Fico feliz que vc esteja gostando do blog, nós escrevemos os artigos em nossas horas vagas e é sempre um grande prazer ver que estamos ajudando muitas outras pessoas a apreciar melhor a música.

    Obrigado, abração!

  31. Ulrich Schiel
    |

    Gostei da apresentação do grupo. Incrível que, exceto o Amâncio, como fiquei sabendo, são todos profissionais de outras áreas amantes da música.
    Também sou professor em Ciência da Computação e amante da música. Tenho uma coleção de milhares de músicas em MP3 gravadas do rádio (na Alemanha), LPs, YouTube e outras fontes. Vejam em
    http://www.dsc.ufcg.edu.br/~ulrich/musik/MUSIBAS-Musicas_Musik_Music_Download.html.
    Tenho interesse em publicar algumas idéias sobre música, em particular 3 temas:
    – A música: sua essência e seu uso;
    – A Cantatas de Bach
    – A missa e suas composições.
    Haveria a possibilidade de publicar isso neste blog?
    Não é nada profissional mas, talvez, poderia interessar alguém.

  32. Zilrene Alcantara Miguel
    |

    BRAVO! Blog belíssimo!

  33. Carlos Magno
    |

    Em tempos de perda dos conteúdos éticos, dos valores familiares, do bom dia, boa tarde, boa noite e outros, parabenizo todos os Autores por disponibilizar um pouco do seu conhecimento, contribuindo com o nosso aprendizado. Mostrando que o conhecimento é justamente para ser divulgado e aprisionado.Obrigado à todos vocês!

  34. Kleberson Calanca
    |

    Parabéns. É uma grande fonte de pesquisa, este site. Utilizo-o sempre para meus trabalhos na faculdade e também em minhas aulas. Precisamos realmente mostrar que música clássica é legal e divertida.

    Bravo!

  35. Bruno Madeira
    |

    Parabéns pelo site! Já acabei esbarrando nele muitas vezes durante pesquisas e sempre encontrei análises interessantes e muito elucidativas. Abraço e obrigado pelas contribuições!

  36. Resposta Tonal
    |

    Parabéns pelo site. É muito bem cuidado.
    Estamos iniciando um site de perguntas e respostas sobre música. Sintam-se à vontade para nos enviar.

    Resposta Tonal
    https://respostatonal.com

  37. Juliana
    |

    Parabéns, meninos!
    Estava fazendo uma pesquisa na internet para um trabalho de história da música e achei o blog. Gostei muito. Continuem com o trabalho, por favor, é muito bom.
    Obrigada!